4 fotógrafos cruzam-se em “Piles Of Trash”

O Fujifilm FIF Viseu promove quatro comissões internacionais subordinadas ao tema “Piles Of Trash”. O Festival pretende promover uma ampla discussão em torno da forma como a sociedade ocidental se revê nos cidadãos mais carenciados, aqueles que enfrentam as agruras da escassez, falta de emprego, falta de habitação. O título deriva diretamente de um estudo realizado pela Universidade de Princeton que concluiu que para os cidadãos mais abastados, é comum ver pessoas pobres como menos capazes, menos especiais ou, pior, nem sequer as reconhecer como pessoas. O estudo em que os investigadores mostraram fotografias de pessoas sem-teto, toxicodependentes e pedintes a indivíduos mais abonados demonstrou que estas imagens não conseguiram estimular áreas do cérebro que geralmente se ativam sempre que as pessoas pensam sobre outras pessoas ou sobre si mesmas. Em vez disso, os estudantes de classes sociais mais ricas reagiram às imagens como se “tivessem tropeçado numa pilha de lixo” (Piles of Trash).

O Festival comissionou Adrian Dominguez (Espanha), Daniel Seiffert (Alemanha), Gunta Podina (Suécia) e John Gallo (UK/Portugal) para, em cada um destes países, trabalharem este tema de acordo com a realidade intrínseca de cada uma destas sociedades no que respeita à relação e/ou à forma como as mesmas encaram a pobreza.

O resultado será exposto no Festival, numa exposição coletiva dos quatro fotógrafos, central para a edição deste ano do Fujifilm FIF Viseu.

Fotografia: John Gallo