Talibes, Modern Day Slaves – Mário Cruz

Exposição Individual de Mário Cruz (Portugal)

Casa da Ribeira – Ver no mapa

Largo da Nossa Senhora da Conceição, Viseu

6 Maio a 4 de Junho 2017.
Terça: 14h00 – 18h00
Quarta a Domingo: 10h00 – 13h00 | 14h00 – 18h00
Encerrado à Segunda-feira o dia inteiro e Terça-feira de manhã.

Talibes, Modern Day Slaves

Mário conseguiu acesso ao interior das escolas Koranic no Senegal, conhecidas por daaras e capturou perturbantes, mas poderosas, imagens das vidas dos rapazes sujeitos a viver como escravos. Talibe é um termo árabe para discípulo, mas o que devia ser uma escola é, na verdade, um lugar de tortura.
“Talibes, Modern Day Slaves” documenta uma alarmante condição social para, pelo menos, 50.000 jovens rapazes no Senegal, com idades compreendidas entre os 5 e os 15 anos. Este trabalho provocou uma resposta imediata do Presidente do Senegal, que decretou o registo de todas as daaras (escolas islâmicas) no país e ordenou que a polícia interviesse e prestasse assistência aos rapazes encontrados a pedir nas ruas. É apenas um primeiro passo, mas é também a prova da pertinência deste ensaio fotográfico e do poder da imagem.

Mário Cruz

Mário Cruz nasceu em Lisboa, Portugal. Estudou fotojornalismo na Cenjor – Escola Profissional de Jornalismo e desde 2006 colabora com a LUSA – Agência de Notícias Portuguesa / EPA – European Pressphoto Agency. Desde 2012 que se concentra nos seus projetos pessoais: “Cegueira recente”, vencedor do Prémio Estação Imagem, 2014; “Telhado”, vencedor do prémio Magnum Under 30, 2015; e “Talibes, Modern Day Slaves” vencedor do World Press Photo, na categoria Contemporary Issues, do POY, 2016, na categoria Issue Reporting Picture Story, vencedor do Prémio Estação Imagem, 2016 e escolha do Júri no Magnum Photography Awards, 2016.
O seu trabalho tem sido publicado pela Newsweek, LENS – New York Times Blog, New York Times Internacional, CNN, Washington Post, El Pais, CTXT.es e Neue Zürcher Zeitung.

www.mario-cruz.com